shutterstock_573890452

Vice-presidente da Associação Brasileira de Fisioterapia Pélvica Gustavo Latorre comenta sobre as vantagens e agilidade do iPelvis

Comando News – Lançado no último Congresso Internacional Inspirar de Fisioterapia Pélvica, realizado em Curitiba, em maio de 2019, o aplicativo iPelvis começou a ser testado por profissionais da fisioterapia e sendo recomendado para auxiliar no tratamento de diversas disfunções pélvicas.

Desenvolvido com base nos mais modernos conceitos de exercícios lúdicos, o App incluí vídeos, propõe exercícios, dissemina informações e abre espaço para interação entre paciente e a equipe multidisciplinar que atende casos de incontinência urinária, fecais, prolapsos e problemas de sexualidade. Ao acessar o aplicativo, o paciente encontra várias rotas de tratamento, que devem ser escolhidas depois do diagnóstico clínico realizado por um médico especializado. “Na fisioterapia pélvica o importante é manter o tratamento depois da alta. Toda pesquisa hoje está voltada para a manutenção. O iPelvis foi desenhado com essa finalidade, de fácil entendimento, muito completo”, destaca Gustavo Latorre, vice-presidente da Associação Brasileira de Fisioterapia Pélvica (ABFP).

De forma individualizada, discreta e segura, o aplicativo pretende colocar na palma da mão de pacientes, médicos, fisioterapeutas, enfermeiros, sexólogos e psicólogos uma ferramenta simples, prática e não invasiva de tratamento das disfunções.  Hoje, estima-se que 20 milhões de brasileiros, ou 10% da população, sofrem de problemas pélvicos. As incontinências urinárias atingem 1 a cada 3 mulheres, 1 a cada 5 homens e mais de 40% dos idosos (homens e mulheres acima dos 60 anos).

Devido a importância das incontinências urinárias, o aplicativo tem um sistema interno considerado um dos mais inteligentes no mundo. A incontinência urinária na gravidez e pós parto, após cirurgia de câncer de próstata, no pré ou pós parto de cirurgias ginecológicas, nas diversas fases da vida do homem e da mulher com suas facetas diferentes como urgência, perda aos esforços ou mista que é a combinação da perda aos esforços e com a urgência.

Com conselhos de higiene de vida adaptado para o seu problema e com exercícios de acordo com a necessidade, no aplicativo o paciente é direcionado para o tipo de incontinência urinária e para a fase da vida que se encontra.

“A incontinência urinária pode trazer problemas psicológicos e sociais, como diminuição da autoestima, queda no rendimento profissional e dificuldades de relacionamento conjugal e sexual. Também é considerada o primeiro fator de exclusão de idosos do convívio familiar. Causa de queda e fratura de colo de fêmur no idoso”, explica   Dra. Maura Seleme, p.h.d. em fisioterapia pélvica e criadora do iPelvis.

Causas da incontinência urinária

As principais causas da incontinência urinária são conhecidas, dentre elas: o enfraquecimento da musculatura pélvica, prática de esportes de alto impacto, partos feitos sem o devido preparo da musculatura pélvica, obesidade e pelo envelhecimento da musculatura, que ocorre com maior intensidade a partir da menopausa. No homem um dos fatores mais importantes é o câncer de próstata. O envelhecimento causa problemas urinárias tanto em mulheres quanto homens

Outras disfunções pélvicas

Os prolapsos, a incontinência fecal, as disfunções sexuais são igualmente graves e levam a depressão e exclusão social. Quando Maura Seleme atrasou quase um ano o projeto levando em consideração outras disfunções e aumentando o número de pessoas que podem ser beneficiadas com o aplicativo, a fisioterapeuta sabia que o investimento seria muito grande, a dedicação tempo completo e o cuidado em cada detalhe aumentou. Agora, ela lança no mercado um projeto único já com publicação internacional e que pode ajudar milhões de pessoas no Brasil.  “ O IPelvis é único, raro, científico, mas seguro e eficaz, afirma Maura, que contou com o apoio de pessoas extremamente capacitadas desde a estruturação, conteúdo e  design simples e inteligente.

Sobre Maura Seleme

Maura_Seleme_2

A fisioterapeuta e palestrante internacional Maura Seleme é doutora pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, fisioterapeuta especialista em Uroginecologia, Urologia e Saúde da mulher –  Brasil e fisioterapeuta especialista em Fisioterapia Pélvica na Holanda, com diploma reconhecido na França, Brasil e Holanda, professora e coordenadora do curso de Fisioterapia Pélvica Modular Internacional- Faculdade Inspirar Curitiba e São Paulo Santo – Brasil. Além de embaixadora do Setor de Fisioterapia da Associação Internacional de Uroginecologia e autora de diversos artigos e publicações internacionais.

Sobre o iPelvis

Ipelvis_imagem

O iPelvis é o único aplicativo de fisioterapia pélvica do mundo que é totalmente individualizado, com conteúdo em vídeos e imagens exclusivas desenvolvidas por um time de renomados especialistas no assunto composto pela Dra. Maura Seleme, p.h.d em fisioterapia pélvica; pelo epidemiologista holandês Bary Berghmans e pela ajuda de fisioterapeutas e médicos renomados que desenvolvem teses e artigos como Cláudia Mueller, Gustavo Latorre, Rogério de Fraga.

Como adquirir

O App está disponível para download para os sistemas operacionais em iOS e Android a um valor de R$ 29,90 por ano. Mais informações sobre o iPelvis estão disponíveis em http://ipelvis.com/

efolder-ipelvis-facebook-normal-960x960

Publicado por Comando News

Consultoria em comunicação promove ações de relacionamento para fortalecimento de imagem institucional por meio de assessoria de imprensa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: